Accordous

Construção de Kitnets: Como Economizar

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram

Acesso Rápido

Muitas pessoas decidem estabelecer um kitnet e estão procurando dicas de como economizar dinheiro no projeto. Algumas dessas pessoas acreditam que a combinação de todos esses fatores é quase impossível, e já podem imaginar as dores de cabeça e muito dinheiro que esse empreendimento acarretará. 

Eles não percebem, entretanto, que existem algumas estratégias simples para manter as despesas de construção sob controle.

Para tornar tudo isso possível, é verdade que um projeto eficiente e detalhado deve ser escolhido, e sua implementação deve ser continuamente supervisionada por pessoal qualificado e competente.

A seguir, saiba como economizar na construção da sua kitnet.

1. Contrate um arquiteto

A contratação de um arquiteto garante que o projeto atenda aos gostos e exigências dos ocupantes, bem como do proprietário do empreendimento. 

Além disso, a supervisão durante a execução dos serviços melhora sua qualidade, reduz o desperdício e acelera a conclusão dos trabalhos.

Um dos conceitos errôneos comuns sobre a contratação de um arquiteto é que eles são muito caros para um projeto residencial. 

Na realidade, o valor dos serviços do arquiteto é menor em comparação com o custo total do projeto, mas, mesmo assim, proporciona segurança e tranquilidade, assegurando que este dever vital seja tratado por alguém qualificado.

2. Cuidadosamente selecione os profissionais

A princípio é útil considerar a mão de obra que será utilizada na construção, além de um arquiteto. 

É sempre uma boa ideia também fazer algumas pesquisas e comparar os preços cobrados por especialistas do setor.

Também é crucial encontrar alguém com um histórico forte para contratar pessoal qualificado para completar o projeto. Tal atenção aumentará as possibilidades de atender a todos os pedidos dentro do prazo e sem desperdiçar recursos.

3. Construir a obra em etapas

Executar muitos serviços ao mesmo tempo pode comprometer o orçamento, a organização e o desenvolvimento do projeto. 

Como resultado, é vital manter o controle do que é importante e do que não é. Em seguida, priorizar o que é mais importante, tais como os componentes elétricos e hidráulicos.

Em seguida, será fácil acompanhar o orçamento para os processos subsequentes, como os retoques finais, o que pode ser feito dependendo das restrições financeiras.

4. Crie um orçamento em vários locais

Como há tantos componentes necessários para a construção do kitnet, os preços do material podem variar muito de um revendedor para o outro. 

Assim, a compra de apenas alguns itens com valor promocional pode não resultar na economia prevista. 

Como resultado, não é uma boa ideia comprar tudo na primeira loja só porque alguns produtos estão à venda.

5. Ao fazer compras importantes, negociar descontos

Ao receber uma cotação de cada negócio, sempre pergunte quanto de desconto eles podem lhe dar se você comprar todos os seus materiais lá. 

Esse método, que também é uma opção viável para construtores e empreiteiros, pode resultar em economias significativas e de tempo. Também vale a pena tirar proveito dos melhores negócios em outros varejistas.

6. Adquira diretamente dos fabricantes

Alguns produtos podem ser descontados nas lojas, mas é possível encontrar ofertas ainda melhores se você comprar diretamente do fabricante. 

Essa é uma alternativa maravilhosa para obter grandes quantidades de materiais básicos como blocos, tijolos, areia e aço.

7. Compre materiais reutilizados

As lojas que vendem materiais de demolição ou salvados podem ter algumas possibilidades interessantes a preços baixos. 

Aliás, madeira, piso, vidro, granito e outros materiais em bom estado podem ser encontrados ali, impulsionando a economia sem sacrificar o estilo e a beleza.

8. Selecione o acabamento apropriado, equilibrando preço e qualidade

Toques de acabamento como pisos, luminárias e tintas podem ter uma ampla faixa de preço. 

Bem como é fundamental considerar a exigência, a viabilidade e a qualidade ótima para cada situação. 

Esse planejamento deve ser feito por um profissional que, sem dúvida, recomendará o melhor material a ser comprado, economizando dinheiro quando possível.

9. Elabore um projeto bem detalhado

A adição de novos elementos ao projeto durante a construção é um dos fatores que mais aumenta o custo final do trabalho. 

Isso porque, dependendo da interferência, pode ser necessário desfazer alguns serviços realizados anteriormente, desperdiçando materiais e atrapalhando o cronograma de conclusão do projeto.

Para minimizar tais perdas, recomenda-se desenvolver um projeto minucioso e detalhado que cubra todos os serviços e materiais necessários para atender adequadamente às necessidades, sem a necessidade de novos procedimentos.

10. Criar e manter um cronograma.

A gestão do tempo total do projeto é crítica, pois atrasos aumentam os custos de mão de obra e resultam na perda de recursos armazenados. Sem mencionar os aborrecimentos que vêm com um projeto demorado.

Um dos problemas que causam atrasos e até mesmo paralisia no trabalho, resultando em perdas, é a falta de monitoramento especializado. 

Ora, somente pessoal adequadamente qualificado pode ler com precisão um projeto e supervisionar a implementação adequada dos serviços, evitando desperdícios de tempo e financeiros.

11. Preste muita atenção ao monitoramento diário do trabalho

É uma verdade que o bom desenvolvimento do trabalho em equipe requer uma liderança forte. 

Por isso, a presença diária do gerente de projeto no canteiro de obras é fundamental.

Os trabalhadores se sentirão mais seguros e dedicados ao desempenho adequado de seus trabalhos se essa liderança estiver em vigor.

12. Aposte na compra coletiva dos insumos

A princípio essa é uma tendência que está se tornando cada vez mais popular em todos os setores do mercado. 

No caso da construção civil, este modelo pode economizar dinheiro na compra de insumos como ferragens, revestimentos, cimento, porcelana, tintas e até mesmo no aluguel de equipamentos.

Tipicamente, as empresas filiadas a uma entidade representativa de um setor se unem para comprar uma grande quantidade de material. 

Podem obter descontos significativos como resultado disso, o que pode reduzir o custo total do projeto. 

Dessa forma, a cotação e a compra devem ser feitas por alguém que conheça as novas tecnologias e materiais e que possa equilibrar preço, qualidade e modernidade.

13. Preste muita atenção à gestão do fluxo de caixa

Antes de tudo, saiba que o controle de qualquer fluxo financeiro trará paz a todos os aspectos do projeto. 

A adoção de uma planilha de custos, atualizada em tempo real pelo comprador e pelo responsável pelo canteiro de obras, é uma boa alternativa. 

Todas as atividades e pagamentos relacionados a serviços e compras serão antecipados desta forma, e as despesas presentes e futuras serão acompanhadas de perto.

Por fim, obrigado por ler. Espero que o artigo tenha te ajudado. Se tiver alguma dúvida ou sugestão, use a caixa abaixo para deixar seu comentário!

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.