Accordous

Tudo Sobre Aluguel Sem Fiador

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram

Acesso Rápido

O fiador era uma figura necessária para realizar a locação de um imóvel até alguns anos atrás. 

Mas sabia que agora ele não é mais necessário? 

Sim, pois há outras formas de obter garantias durante a locação. 

Neste artigo você vai conhecer quais são essas garantias, suas vantagens e desvantagens e como você como proprietário pode se beneficiar com elas. 

Mas antes vamos entender…

Afinal, o que é fiador? 

O fiador é um familiar ou amigo do locatário que está disposto a arcar com o aluguel no caso de haver inadimplência. 

Adquirir um fiador envolve não apenas muita burocracia, mas a pessoa deve corresponder a alguns requisitos como ser uma pessoa próxima, ter renda mensal três vezes mais que o aluguel, não ser registrado em sistemas de proteção de crédito, não ser fiador de outro imóvel, ter um imóvel próprio e quitado e estar disposto a assumir a dúvida do inquilino. 

O fiador é a garantia que o proprietário tem que se mesmo que o inquilino não pagar o aluguel haver alguém que assumirá essa responsabilidade. 

Assim evita o risco do locador sair no prejuízo. 

No entanto como essa forma de garantia envolve muita burocracia e constrangimento, por isso atualmente muitas pessoas estão preferindo outras maneiras. 

Quais as vantagens de alugar com fiador? 

A única vantagem de alugar com fiador é que você tem mais uma garantia de receber o dinheiro do aluguel mesmo que o inquilino esteja impossibilitado de pagar. 

Quais as desvantagens de alugar com fiador? 

Alugar com fiador apresenta algumas desvantagens como o número de documentos exigidos e a possibilidade de ter que realizar a emissão de cópias de documentos antigos, o que acaba deixando esse modo mais custoso. 

Além disso, essa opção não serve para todo mundo, já que nem todo inquilino conta com a ajuda de uma pessoa para pagar o aluguel caso seja necessário. 

Isso torna a ação de conseguir um locatário mais difícil e até demorada. 

Quais as vantagens de alugar sem fiador? 

Existem algumas vantagens de realizar o aluguel do imóvel sem fiador. Vamos conhecê-las. 

Evita burocracia 

A locação com fiador é bem mais burocrática do que sem, pois você precisa pedir documentos, assinaturas e ainda deve autenticar tudo. 

Além disso, o processo pode atrasar, o que pode causar prejuízo e aborrecimento. 

Já sem fiador você não precisa de toda essa burocracia, sendo um processo mais rápido. 

Não depender do fiador

Conseguir um fiador não é algo tão simples, é preciso que o inquilino tenha um familiar ou amigo próximo disposto a ajudá-lo a alugar o imóvel e que ele corresponda aos requisitos necessários. 

Além disso, o processo pode ser mais lento e isso acaba atrasando o fechamento do contrato ou mesmo sendo uma barreira para alugar o imóvel. 

Alugar sem fiador facilita bastante, pois você não precisa de um terceiro, pode combinar diretamente com o locatário outras formas de garantia e assim agilizar o processo. 

Documentação feita com mais rapidez 

Outra vantagem é que a aquisição da documentação de quem realiza o aluguel sem fiador é mais rápida. 

Pois não é necessário analisar o crédito do fiador, nem pedir a documentação. 

Assim o contrato de locação é fechado mais rapidamente e você já pode começar a obter lucros com a locação. 

Quais as desvantagens de alugar sem fiador? 

A principal desvantagem de realizar o aluguel do imóvel sem fiador é se arriscar a não receber caso o locatário não pague a taxa mensal. 

Isso pode gerar prejuízo e até mesmo levar a ações judiciais, o que causará mais dores de cabeça. 

Quais as outras formas de alugar o imóvel? 

Há seis formas de você alugar o imóvel sem precisar do fiador. Vamos conhecê-las. 

CredPago 

Trata-se de um serviço de crédito que proporciona ao inquilino 16 vezes o valor do aluguel no caso de não conseguir pagar a mensalidade. 

O locatário deve assumir essa dúvida e fazer um parcelamento. 

Esse processo é mais ágil e o aluguel pode ser liberado por meio de uma análise de crédito. 

Para o locador é vantajoso, mas no caso do inquilino deve controlar essa dívida para ser capaz de quitá-la. 

Título de capitalização 

Nessa forma o inquilino adquire um título de capitalização por meio de uma seguradora ou instituição financeira. 

Esse título será uma reserva que será amortizada ao final do contrato. 

O valor é atualizado de acordo com a mensalidade do aluguel, seguindo as mudanças que ocorrerem com o passar do tempo. 

Então se o inquilino não atrasar ao pagar a mensalidade do aluguel poderá resgatar o valor. 

Fundo de investimento 

O fundo de investimento é parecido com o título de capitalização, mas o valor que o inquilino investe é definido em um acordo entre o proprietário e o locatário. 

Além disso, o dinheiro só é retirado caso for necessário ou ao término do contrato. 

Essa forma é ideal para quem tem conhecimento sobre investimentos, pois há a possibilidade de ter lucro. 

No entanto, há riscos de perder dinheiro, por isso caso você não compreenda o funcionamento do sistema ou não tenha uma gestora financeira poderá ter prejuízo. 

Seguro fiança 

Nessa opção o inquilino paga um serviço de seguro fiança, em que a seguradora fica responsável em cobrir a inadimplência. 

Ele funciona como qualquer outro seguro e tem a vantagem de oferecer garantia ao proprietário de que o aluguel será pago, assim como outras despesas como IPTU, multas e taxas de condomínio. 

Para obter o seguro fiança o locatário deve pagar o serviço anualmente, podendo parcelar o valor. 

Real estate agent holding keys in front of a beautiful new home.

Depósito caução 

Essa é uma das formas mais comuns de alugar o imóvel sem fiador, nela o locatário deve pagar o valor de 3 vezes o aluguel e outras taxas na hora em que fechar o contrato. 

Esse valor ficará guardado para casos de inadimplência ou custos com reparos quando o locatário deixar o imóvel. 

Uma desvantagem dessa maneira é que o valor pode ser elevado e nem todo inquilino pode estar preparado para pagá-lo. 

Além disso, caso o depósito caução tenha o valor abaixo do prejuízo gerado cabe ao locatário pagar o restante. 

Aplicativos de compra e aluguel de imóveis 

Outra opção é alugar o imóvel por aplicativos de locação que são criados por startups, empresas que tornam o processo do aluguel mais ágil. 

Pois elas conectam proprietários e locatários por meio do aplicativo, sem ser necessário encontrar pessoalmente. 

Esses aplicativos realizam o cadastro de imobiliárias e donos que desejam alugar imóveis. 

Assim, quem quiser locar um imóvel busca o perfil de seu interesse. 

Assim o locatário em potencial pode encontrar em contato com o locador e fazer a visita ao imóvel tanto pessoalmente como virtualmente. 

Caso ocorra tudo bem o contato pode ser fechado online mesmo, envolvendo envio de documentos e assinatura. 

Assim, essas startups atuam como um fiador virtual, oferecendo um seguro ao proprietário para assumir a dívida caso haja inadimplência. 

Como escolher a melhor forma de alugar o imóvel sem fiador? 

Agora que você conheceu as seis formas de realizar o aluguel do imóvel sem fiador chegou a hora de falar com o inquilino, para que ele faça sua escolha. 

Por isso, se você está procurando um apartamento para alugar saiba que é preciso analisar alguns critérios. Vamos conhecê-los. 

Disponibilidade de dinheiro

Primeiramente você deve avaliar quanto de dinheiro tem disponível para a garantia. 

Se tiver uma boa quantia guardada o depósito caução pode ser uma boa escolha, caso contrário opte pelo seguro fiança ou investimento. 

Tempo 

Outro critério para analisar é o tempo que tem disponível, por isso se pergunte se precisa alugar o imóvel rapidamente ou pode esperar mais um pouco. 

Se você tiver tempo então deve escolher com calma e até mesmo pode juntar dinheiro para fazer o depósito caução, mas se precisar de rapidez pode optar por uma maneira mais rápida como o CredPago. 

Escolha a opção que for mais conveniente 

Analisando o dinheiro e tempo disponível você deve avaliar qual a opção mais conveniente para você. 

Você pode fazer uma eliminatória e ver quais garantias ajudarão você a alugar o imóvel sem causar prejuízo. 

Por isso é bom conferir todas as alternativas e identificar aquela que for mais vantajosa. 

Conclusão 

Como você viu realizar o aluguel sem fiador possui vantagens e desvantagens

A principal vantagem é que você não fica preso a burocracias e agiliza o processo, podendo realizar o aluguel mais rápido. 

Além disso, isso pode aumentar a chance de conseguir um locatário, já que não é todo mundo que tem a possibilidade de ter um fiador. 

Já a principal desvantagem é correr o risco de levar prejuízo. 

No entanto, se a opção for mais segura então o risco diminui. 

Você viu seis formas de alugar o imóvel sem fiador: seguro fiança, depósito caução, título de capitalização, investimento, CredPago e aplicativo. 

É importante analisar cada uma dessas garantias e avaliar qual a mais vantajosa para você e que vai se adequar à sua realidade no momento, levando em consideração o dinheiro e tempo disponíveis. 

Dessa forma você poderá realizar a locação de forma mais segura e rápida, podendo obter mais lucros do que teria aguardando por um locatário que apresentasse fiador. 

Por: Aline F. Traldi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *