Accordous

Terreno para Investir: Como Escolher Um

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram

Acesso Rápido

A prática do investimento está crescendo cada vez mais, e isso não se resume a um único setor. Inclusive, o investimento é algo muito frequente no ramo imobiliário. Desse modo, essa se trata de uma opção para aqueles que adquirem imóveis para o investimento. Sendo assim, saiba como escolher um terreno para investir. 

No geral, tenha em mente que essa alternativa costuma ser bastante rentável, tanto a médio como a longo prazo. Além disso, é interessante destacar que investir em lotes é algo muito diferente do que ocorre ao investir em terrenos (ou em terras). 

Por mais que esses dois tipos de modelos sejam muito parecidos, cada um deles representa algumas denominações distintas no espaço. Isso porque o terreno se trata de uma terra, e que pode ser investida por inteiro e com divisões. 

Logo, conclui-se que o loteamento se trata de uma divisão que ocorre no terreno. Por esse motivo, os lotes costumam ter um valor mais acessível, quando comparamos aos terrenos como um todo. No entanto, você, de fato, tem noção de como escolher um terreno para investir? 

Pensando nisso, hoje nós separamos algumas informações que podem ajudar você a se entender melhor nessa tomada de decisões. 

Mas, afinal, como ocorre o investimento em terrenos? 

Como foi dito acima, um loteamento se trata de uma divisão de terrenos em grandes proporções. Portanto, cada parte que foi dividida é conhecida como lote. E esses lotes podem ser utilizados para os mais diversos fins de construção, ou seja, desde casas até comércios. 

A partir do momento que o loteamento, ou terreno, é aprovado, o comum é que sejam criadas algumas ruas ou demais vias públicas para que os lotes possam ser acessados. Em se tratando de um terreno privado, as vias são controladas de outra forma. 

Destaque-se ainda que os terrenos não possuem o mesmo significado e finalidade dos condomínios. Isso porque, no caso do terreno ou loteamento, o comprador realiza a aquisição de um lote definido, uma área dividida. Assim, as áreas que cercam o terreno são de uso comum, sem nenhum valor pago a mais. 

Por outro lado, no caso do condomínio, as pessoas que ali residem são responsáveis por todas as áreas comuns, como as de lazer, mesmo sem utilizar. 

Um outro ponto que merece destaque é a regulamentação específica que os terrenos ou loteamentos possuem. Desse modo, esses terrenos devem ser supervisionados por algumas organizações, a exemplo da prefeitura, os proprietários ou a associação dos moradores. 

Em resumo, é possível afirmar que o investimento em terrenos pode ser algo muito parecido com a compra de lotes. 

Motivos para investir em terrenos 

Hoje em dia, no setor imobiliário, o investimento em terrenos, lotes ou terras no geral, é uma maneira benéfica de aplicar um patrimônio financeiro. Isto é, você estará em busca de uma rentabilidade alta, a longo e a médio prazo. 

Inclusive, após a aquisição de um terreno, você pode ter certeza de que isso vai durar por longos anos. Nesse sentido, uma das principais razões para que esse investimento seja feito é por conta dos custos baixos. Isso quando comparamos com a compra de imóveis que já estão prontos. 

Além disso, outra possibilidade que deve ser levada em consideração é a rentabilidade de um negócio. Isso porque o lote está suscetível a valorização, em especial nos casos de compra em áreas de expansão. 

Porém, destaque-se que esse aporte, como qualquer outro, apresenta alguns riscos, e o principal deles é o de liquidez. Em outras palavras, isso demonstra os casos em que o investidor precisa do dinheiro em mãos, e encontra empecilhos ao transformar o terreno em espécie. 

Dicas de como escolher o terreno 

Caso você queira dar seguimento ao investimento em terreno, tenha conhecimento sobre algumas dicas que ajudam na hora da escolha. Afinal, esse será um grande passo para na sua vida pessoal e profissional. 

Busque por terrenos que possuam ótimas projeções (como para valorização) 

O primeiro passo para saber se o terreno será um bom investimento para você é entender se ele possui ou não uma projeção de crescimento. Esse crescimento diz respeito à valorização do terreno no futuro. 

Para ter essa resposta você pode procurar por um agente do setor imobiliário ou analisar a localização deste terreno. Ao fazer essa análise, leve em consideração os estabelecimentos que ali estão. Uma opção interessante é falar com os seus vizinhos do terreno, tendo em vista que isso vai auxiliar na obtenção de informações.

Caso o terreno possua alguns empreendimentos por perto, como imóveis ou benfeitorias no geral, é provável que ele seja valorizado no futuro. Logo, essa será uma ótima opção a longo prazo. 

Confira outros casos da empresa que está responsável pelo terreno 

O próximo passo é buscar pelo histórico, ou outros casos, sobre a empresa que está responsável por esse terreno. Isso significa dizer que você deve entender o que ocorreu em outros terrenos da mesma incorporadora. 

Se possível, faça uma visita aos terrenos que a empresa lançou antes e fale com antigos clientes da empresa. Dessa maneira, será possível verificar a valorização desses empreendimentos. Isso porque o histórico com ótimos resultados será uma garantia do negócio. 

Confira quais documentos serão necessários para o seu investimento 

É de suma importância que você confira quais são os documentos necessários para o investimento no terreno, tanto pessoais como do terreno. Se o terreno não estiver regular, será possível conferir isso por meio da documentação. Em se tratando de irregularidades, a melhor opção é buscar por outro terreno. 

Tome conhecimento acerca dos detalhes do pagamento 

Por fim, a última dica que trouxemos é que você tome conhecimento acerca dos detalhes do pagamento. Isso inclui não apenas o valor em si do investimento no terreno, mas também sobre os prazos, as taxas envolvidas e as opções para realizar esse pagamento. 

Outras características podem estar envolvidas, mas isso depende do financiamento (caso haja) ou de algumas facilidades para quem for investir no terreno. Não é interessante investir em opções que não sejam rentáveis – indo de encontro com o objetivo de um investimento. 

O mercado de terrenos e loteamentos

Atualmente, o mercado para investir em terrenos e loteamentos é muito próspero, e essa é uma afirmação feita pela Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc). 

Alguns fatores auxiliam nesse cenário benéfico, a exemplo da inflação baixa, altos índices de PIB no Brasil e sem contar com a Legislação específica do Distrato. Isso contribui para que o mercado continue em alta, demonstrando pontos positivos para o mercado de investimentos em terrenos. 

Antes dessa decisão, que é muito importante, entenda qual o seu perfil como um investidor, e os objetivos a longo, médio e curto prazo. Leve em conta os possíveis riscos, liquidez e decida pelo cenário que mais faça sentido. 

O dinheiro trabalha sozinho no investimento? 

Ao investir, você está fazendo com que o dinheiro trabalhe sozinho, porém, isso depende das decisões que faz. Isto é, entenda tudo sobre o investimento antes de fazê-lo. 

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.