Accordous

O que influencia o valor do aluguel na sua região?

5/5

Sumário

O valor de um aluguel pode receber diversas interferências e fatores que o modifiquem. Dessa maneira, se você está submetido a um contrato de locação ou é o proprietário que aluga o seu imóvel, esteja ciente sobre os fatores que podem interferir no aluguel.

O Que Influencia o Valor do Aluguel na Sua Região - Accordous

É de suma importância entender acerca do preço mais justo para alugar um imóvel. Isso porque, independente do polo que você esteja, como inquilino ou proprietário, saiba que todos os anos esse valor do aluguel sofre um reajuste. 

Saiba, a priori, que a locação de uma propriedade se trata de uma transação de natureza comercial. Isso significa dizer que de um lado temos alguém oferecendo determinado serviço ou produto, e do outro alguém que aluga isso. 

A pessoa que oferece o serviço/produto aqui é o locador, quando cede o próprio imóvel para locação. Do outro lado, aquele que aluga e faz o pagamento pelo negócio é o inquilino. 

Sendo assim, a negociação do valor do aluguel se trata de uma etapa essencial na relação comercial. Entretanto, se engana quem pensa que essa negociação só acontece no início do contrato. Afinal, ao longo do contrato também é possível negociar e ajustar esse valor. 

Dito isso, confira a seguir alguns fatores que podem interferir nesse preço de locação.

Quais os fatores que costumam influenciar no aluguel? 

De antemão, tenha ciência de que o aluguel não se resume ao valor pago mensalmente. Isso porque existem diversos fatores envolvidos em uma relação de locação. A fim de auxiliar você na gestão de aluguéis, uma opção interessante é investir em plataformas como a Accordous

Quais os fatores que costumam influenciar no aluguel - Accordous

A Accordous é um exemplo de plataforma que gerencia todas as etapas presentes em uma relação de locação. Ou seja, ela te acompanha desde a formalização de um contrato até o recebimento mensal. 

Dito isso, é primordial que você tenha conhecimento sobre alguns fatores que fazem toda a diferença no valor de um aluguel. Nesse sentido, destacamos que dois momentos são primordiais ao estabelecer um valor de aluguel. São eles a data de início dessa relação contratual e o momento que o valor passa por reajuste anual. 

Início da relação contratual de locação

O início da relação contratual de locação é o ponto de partida para se discutir ou negociar o valor e demais detalhes do seu interesse. Esse, inclusive, é o momento mais crítico da relação, pois as partes não se conhecem ainda e precisam deixar tudo bem descrito no contrato. 

Então, quando o proprietário do imóvel faz o anúncio dessa propriedade, alguns critérios são levados em consideração para chegar a um valor final. Desse modo, o inquilino em potencial analisa todos os fatores e pode lançar uma contraproposta em relação ao preço estipulado. 

Porém cada uma dessas partes traz as suas necessidades. No caso do locador, ele vê o imóvel, muitas vezes, como valorizado, logo, vale muito. E, por outro lado, o inquilino analisa o valor que deverá pagar todos os meses, além de contas básicas etc. 

Sendo assim, veja quais fatores você, tanto na posição de locador como de locatário, pode considerar ao negociar o valor do aluguel. 

Início da Relação Contratual de Locação - Accordous

Localização da propriedade que será locada

O principal fator que pode interferir no valor do aluguel é a localização dessa propriedade, o que tem por perto e se a parte de conveniência é interessante. Desse modo, se a localização for estratégica, ou seja, boa, com certeza o aluguel será mais caro. 

Caso a região não tenha uma estrutura muito bacana, é possível negociar o aluguel e ajustar para algo mais acessível e justo para ambas as partes.

Estado atual de conservação do imóvel 

Ao assinar um contrato de locação, é necessário analisar o estado atual de conservação que essa propriedade em questão se encontra. Isso porque o estado de conservação do imóvel pode definir o valor que será cobrado por mês, como é o aluguel. 

Em determinados casos, a depender da situação, o inquilino precisará arcar com alguns gastos ao iniciar a moradia neste imóvel, como reparos devidos. Somente nessa hipótese que o locador costuma diminuir o valor do aluguel, por entender que alguns gastos serão devidos. 

Quantidade de vagas na garagem 

Se o imóvel contar com muitas vagas de garagem, é provável que o valor seja mais alto, por dispor de mais opções para “guardar” os veículos. 

Imóvel mobiliado ou não 

Por fim, outro fator que interfere no valor do aluguel no momento de assinatura do contrato é se o imóvel é mobiliado ou não. Esse fator pode aumentar um percentual de 20% no valor – sendo um dos que mais interfere no aluguel. 

Imóvel Mobiliado ou Não - Gestão de Alugueis - Accordous

Reajuste anual do valor do aluguel 

O mercado imobiliário do Brasil segue um padrão no que se refere ao aluguel de residências. Sendo assim, esse padrão é de que o fechamento, no geral, dos contratos ocorre a cada três anos. 

Porém, a partir do momento que a locação imobiliária começar, o preço do aluguel não permanecerá o mesmo ao longo da duração contratual. Portanto, no vencimento anual, ou aniversário desse contrato, ocorre um reajuste desse valor. Esse, inclusive, se trata de um direito que o proprietário possui, cuja previsão se encontra na Lei do Inquilinato. 

Índice Geral de Preços Mercado (IGP-M)

De forma tradicional, o nosso mercado do setor imobiliário trabalha diretamente com o IGP-M servindo como base nos momentos de reajuste anual do aluguel. Porém, desde 2020, em meados de junho, esse indicador está apresentando um aumento constante, o que torna os contratos excessivamente onerosos. 

Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) 

Levando em consideração o aumento que o IGP-M está sofrendo, desde novembro do ano de 2020 o índice adotado está sendo o IPCA para reajustar o aluguel. Com esse índice, é possível ter acesso à inflação do país, com divulgação mensal, sob responsabilidade do IBGE. 

Desde essa nova adoção, os contratos que foram assinados, com natureza locatícia, já incluíram o IPCA como base para reajustar o aluguel. 

Como é feito o cálculo do reajuste? 

Tenha em mente que a divulgação do IGP-M é de responsabilidade da FGV, que ocorre ao final dos meses. Dessa maneira, o cálculo leva em consideração o acúmulo dos 12 meses que passaram, com referência ao índice dos 30 dias anteriores (1 mês). 

Como é Feito o Cálculo do Reajuste - Gestão de Aluguéis - Accordous

Esse e outros cálculos parecidos podem demandar muito tempo, e prejudicar a sua rotina. Com isso, conte com a ajuda de plataformas que contam com esse serviço, a exemplo da Accordous. Assim, você não vai precisar se preocupar com nada disso. 

Isso também serve para o cálculo pelo IPCA, uma vez que quem decide a base para reajuste é você, junto ao inquilino. 

Negociação do aluguel 

Diante do exposto, vemos que a opção ideal é contar com a negociação do aluguel direto com o proprietário. Esses índices servem como base para ter um valor mais justo, porém, é possível apontar outra forma de fazer isso. 

No entanto, caso você queira seguir um índice oficial, o indicado é o IPCA. Pois, como vimos acima, o IGP-M (que costumava ser a referência nesse sentido) está tornando os contratos bastante onerosos. 

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.