Accordous

Leilão de Imóveis é Confiável?

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram

Acesso Rápido

Hoje em dia, o interesse por adquirir imóveis está crescendo cada vez mais. No entanto, é preciso ter uma certa cautela ao analisarmos os detalhes desta transação. Nesse sentido, vemos como algumas opções podem parecer muito atrativas para adquirir o seu próprio imóvel, como o leilão. 

Leilão de Imóveis é Confiável? - Advogado Especializado - Gerenciamento de Contratos Imobiliários - Accordous

Através do leilão de imóveis você pode comprar o seu apartamento ou casa por um valor acessível. É comum perceber que o leilão de imóveis está se tornando uma opção acessível nos dias atuais. 

Contudo, algumas pessoas ainda se questionam se o leilão de imóveis é confiável. Pensando nisso, trouxemos algumas informações que podem te ajudar a entender melhor sobre essa opção. 

O que é o leilão de imóveis? 

A priori, é interessante trazer um conceito do leilão de imóveis, a fim de contextualizar melhor o assunto. Nesse sentido, percebe-se que o leilão se trata de uma modalidade de venda, no geral. Nesse cenário, o leilão envolve a compra e venda de bens materiais, em que o valor depende da melhor oferta lançada. 

No que se refere ao leilão de imóveis em específico, não há como definir um vendedor ou comprador específico. Isto é, não existem essas figuras para chegar a um denominador comum sobre os valores e condições de venda. 

Você já deve ter visto em filmes, séries ou novelas um leilão acontecendo, e é desse jeito que ocorre no dia a dia. Ou seja, os interessados em um determinado imóvel realizando lances. Esses lances irão disputar entre si, e o maior deles poderá arrematar o imóvel. 

Quais os tipos de leilão de imóveis? 

Como você já pôde perceber, o leilão em si é um tema amplo, e embora seja uma modalidade simples de ser executada, existem dois tipos: o judicial e o extrajudicial. Por essa razão, é primordial que você entenda sobre essa modalidade antes de escolher a melhor opção. 

Leilão judicial 

O primeiro tipo de leilão, e mais conhecido, é o judicial. Pelo nome, algumas pessoas têm medo de que envolva algo mais sério, porém, não há com o que se preocupar. 

Saiba que o leilão judicial acontece após um imóvel ser leiloado a fim de quitar uma dívida, que foi criada pelo proprietário. Porém, não é qualquer dívida que se encaixa nesse caso, e sim aquelas que são cobradas em juízo. Logo, essa modalidade surge somente após um processo judicial. 

Leilão extrajudicial 

Por outro lado, o leilão extrajudicial conta com imóveis que podem vir das mais diversas origens. Nesse sentido, vemos que o imóvel está sendo leiloado devido a ausência de pagamento de algum financiamento bancário. Outra opção é que as parcelas do imóvel não foram pagas para a construtora. 

Com isso, é perceptível que o leilão pode ser realizado de algumas formas, incluindo o meio virtual. Embora o leilão presencial seja o mais convencional, o online pode ser feito também. 

Quem pode participar do leilão de imóveis? 

Se você está interessado em participar de um leilão de imóveis, saiba que todos podem participar, desde que sejam maiores de idade. Além disso, você deve ter liberdade no que se refere à administração dos bens, podendo ser pessoas jurídicas ou físicas. 

Leilão de Imóveis é Confiável? - Quem Pode Participar do Leilão? - Gerenciamento de Contratos Imobiliários - Accordous

No geral, é comum ver que os leilões de imóveis são divulgados em jornais reconhecidos e com grande circulação ou nos sites leiloeiros. A depender do tipo de leilão, ele pode ser divulgado nos sites dos tribunais, como é o caso do leilão judicial de imóveis. 

Independente do tipo de divulgação, não é necessário realizar nenhum cadastro para participar do leilão. Hoje em dia, com o avanço tecnológico, você também pode encontrar a divulgação de leilões em alguns perfis nas redes sociais. 

O que considerar em um leilão de imóveis? 

Apesar de o leilão de imóveis, judicial ou extrajudicial, ser simples, é interessante considerar alguns fatores antes de participar. Nesse cenário, vamos abordar alguns pontos que devem ser considerados antes de adquirir um imóvel nos leilões. 

Procure conhecer o imóvel 

O primeiro ponto é conhecer o imóvel, e se for possível, realizar uma visita a esta propriedade, a fim de decidir se, de fato, deseja prosseguir com a compra. É comum que o leilão abra um edital e venha com um prazo hábil de visita. Assim, os interessados podem conhecer o imóvel antes de ofertar os seus lances. 

Esse é um passo importante pois você evita investir em um imóvel que não se interesse muito. Além disso, somente com a visita você tem uma noção de qual lance é o mais adequado. Isto é, quanto esse imóvel custa na sua concepção? 

Não priorize o preço de avaliação 

Os imóveis têm, na maioria das vezes, um preço de avaliação, e esse é outro motivo para que você visite o imóvel. Nem sempre esse preço é o adequado de verdade para aquele bem. 

Sendo assim, busque um profissional da área, como uma imobiliária ou corretor, para que ele possa avaliar o imóvel. Esse profissional ainda dará uma referência para o imóvel. Após isso, você se sentirá mais seguro quanto ao lance. 

Esteja atento a todos os detalhes do edital 

Esteja atento e leia com cautela todos os detalhes presentes no edital, pois este é um documento de publicidade para o país inteiro. Redobre os cuidados ao ler esse edital, priorizando algumas particularidades. 

É de suma importância que você confira se as informações do edital estão em conformidade com a realidade. Por exemplo, quais são as condições para a venda do imóvel, o seu atual estado (se está ou não conservado) e o valor. 

Outras informações que você deve prestar atenção são a comissão que o leiloeiro vai receber e os impostos que incidem sobre o valor. Não se esqueça de conferir o tipo de contrato convencionado entre as partes após o leilão. 

Ademais, todo leilão tem algumas regras a serem seguidas, e isso está no edital. Portanto, verifique se existem critérios para participar do leilão. 

Leilão de Imóveis é Confiável? - Registro do Imóvel- Gerenciamento de Contratos Imobiliários - Accordous

Verifique o registro do imóvel 

Se o imóvel é objeto do leilão, ele deve estar devidamente registrado. A fim de que esse imóvel seja, por exemplo, arrematado em um leilão diverso a esse, é preciso enviar um comunicado ao cartório em que foi feita a compra do bem. 

Desse modo, haverá um registro da venda presente na matrícula da propriedade. A maioria dos imóveis que são leiloados estão com penhora pendente. No entanto, esse é o tipo de informação que consta no edital. 

Dê preferência aos imóveis que se encontram desocupados 

Uma dica interessante é que você dê preferência aos imóveis que já estão desocupados, pois em alguns casos os donos antigos não foram despejados. 

Se o imóvel for arrematado, quem adquiriu o bem no leilão recebe uma carta chamada de carta de arrematação, permitindo requerer a desocupação do local. A fim de evitar essa burocracia, opte por imóveis desocupados. 

Se você deseja investir em um imóvel para alugar, por exemplo, conte com o auxílio de uma plataforma completa, como a Accordous. Dito isso, entre no site oficial da Accordous e conheça os nossos serviços. 

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.