Accordous

Diga adeus à sua imobiliária e saiba como aumentar a rentabilidade da locação de seus imóveis em 4 passos

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram

Acesso Rápido

adeus imobiliária, aumente rentabilidade de seu imóvel

Todo o mercado imobiliário se estrutura na forma como são gerenciados os imóveis pelas imobiliárias ou por proprietários. No entanto, por ser um ramo que requer um bom planejamento, os resultados podem vir em um espaço de tempo um pouco maior, o que pode acabar desanimando os proprietários.

Neste artigo nós vamos mostrar a importância de uma boa administração de seus imóveis e como ela pode garantir bons resultados e maior rentabilidade de forma mais rápida do que se espera.

Num primeiro momento, a solução ideal para garantir uma boa gestão de contratos imobiliários parece ser a tradicional contratação de serviços de uma imobiliária, já que estas assumem o controle quase que total de todo trâmite: fechamento de uma locação, acompanhamento de aluguéis e mediação geral entre inquilino e proprietário ao longo da vida útil de um contrato.

No entanto, quando paramos para colocar na ponta do lápis todo o gasto para a manutenção de um serviço de uma imobiliária, percebemos que as taxas cobradas são altas, de tal modo que a lucratividade torna-se baixa para o proprietário e a manutenção burocrática, custosa.

Nesse artigo, responderemos dúvidas recorrentes sobre como melhorar sua a rentabilidade e a administração de seus negócios imobiliários e daremos dicas da área. Vamos lá!

Administração de imóveis: o que é?

Administração como o nome já diz, é o processo de administrar, planejar, fazer escolhas e gerenciar determinada coisa. Agora que você já sabe o que é administração, podemos partir para a assimilação dela no ramo imobiliário.

Como dissemos anteriormente, quando pensamos a respeito das responsabilidades assumidas pelo proprietário ao dispensar os serviços de uma imobiliária, parece ser difícil – se não impossível – assumir todas as tarefas envolvidas nas etapas de uma locação.

Mas é preciso entender que a venda ou aluguel de alguma propriedade não é apenas um negócio. Existe uma pessoalidade envolvida. O comprador ou locatário pode estar realizando um sonho que levou anos para atingir.

Pensando nisso, além dos outros motivos que elencaremos a seguir, um dos pontos principais aqui é entender que ao passar o processo para as mãos de uma imobiliária, o proprietário está abrindo mão de ter esse contato direto com seu cliente.

Muitas vezes esse contato direto com o cliente pode ser encarado como mais uma tarefa chata, mas no fundo, quando falamos de negócios, o bom relacionamento com seu cliente final faz toda a diferença na hora de construir e aprimorar a imagem de sua empresa.

Por isso, um dos primeiros passos para adentrar este ramo ou para melhorar seus negócios quanto proprietário é a adequação de seu imóvel para locação.
Depois disso, o proprietário deve se preocupar com a prospecção/anúncio de seus imóveis, fechamento de contratos e, finalmente, o acompanhamento da vida útil dos mesmos que envolve: burocracia cotidiana, manejo de problemas habituais e até processos de despejo.

Administrar aluguéis de imóveis: processo 

1. Adequação do imóvel

Para conseguir bons resultados é importante que o proprietário garanta o bom estado do imóvel que está anunciando, seja para venda, seja para aluguel.

Lembre-se de que quanto mais recursos seu imóvel oferecer ao contratante, maior poderá ser seu valor.

Duas propriedades com mesmo tamanho e mesma localização podem ter desempenhos distintos no mercado. O bom estado físico do local, equipamentos, comodidades e instalações (sendo a relevância de cada uma delas medida, naturalmente, em função da finalidade de seu imóvel) são decisivos para definir o valor agregado de um imóvel.

Atrelado a isso (e sobre o que falaremos mais detalhadamente no próximo tópico) a divulgação do imóvel é importantíssima no momento de captar clientes.

Por isso, além das orientações gerais para montar seus anúncios, aproveitamos para lembrar que a divulgação deve condizer com a realidade de seu imóvel. Afinal, você não quer que seu cliente se frustre ao comparar as informações contidas em seu anúncio com o espaço físico real do imóvel que ele irá contratar, não é mesmo?

2. Divulgação e clientes 

Ao dizer adeus às imobiliárias esse papel de anunciar imóveis pode parecer difícil de ser cumprido para um proprietário que está buscando administrar seus negócios por conta própria…

Mas calma!

Existem hoje muitas ferramentas que podem te ajudar a alcançar uma grande quantidade de clientes em potencial de forma simples e acessível.

O mundo está se tornando cada vez mais digital e o ramo imobiliário não ficaria de fora dessa transformação. Sabendo disso, muitas ferramentas de anúncio de imóveis em meio virtual foram desenvolvidas visando um maior alcance dos anúncios de propriedades, maior sucesso de fechamento para proprietários e otimização dos processos para locadores e locatários.

Anúncios em plataformas online, posts na internet e redes sociais são exemplos disso. Use tudo que tiver em mãos. Crie uma imagem para sua empresa no mercado para que ela atinja o máximo de pessoas possível.

Se você conseguir atingir um grande número de possíveis clientes, isso te permitirá selecionar os que se adequam mais aos seus objetivos. E é por isso que frisamos a importância de investir na divulgação.

Pensando nisso, a Accordous é uma ótima solução para você que está buscando uma alternativa às imobiliárias, mas tem medo de assumir as responsabilidades de algumas etapas desse processo!

Além de sermos um sistema completo que te auxiliará em sua administração de imóvel, você ainda pode contar com nossa ferramenta de anúncio de imóveis para locação e/ou venda, integrada com grandes nomes do ramo imobiliários como VivaReal e Zap Imóveis.

3. Setor financeiro e burocrático

Nessa parte do serviço é onde a burocracia em si entra em ação. É a parte da negociação de valores, elaboração de contrato e toda documentação efetiva.

Use todas as suas armas de convencimento para pescar seu cliente. Evidencie as qualidades do imóvel e os lados positivos de manter essa relação duradoura com sua empresa.

Fechado negócio, resolva a parte contratual para que tudo esteja legalizado o mais breve possível para evitar eventuais problemas e para que você comece a controlar os ganhos.

4. Gerenciamento do contrato 

A administração do imóvel será contínua e por isso, uma vez sem imobiliária, é importante que você utilize a ferramenta de gerenciamento de contratos e acompanhamento contábil certo para os seus negócios.

Todo mês você terá que emitir os boletos, cobrar o aluguel, gerenciar as multas, e esporadicamente terá que realizar o processo de fechar um novo contrato ou realizar renovações.

É por isso que um sistema como o da Accordous é ideal para você. Com ele você contará com benefícios como:

  • Geração de boletos automatizada
  • Envio automático de notificações, avisos e cobranças
  • Cadastro de contrato digital e facilitado
  • Acompanhamento completo de faturamento
  • Geração de relatórios de diferentes tipos que te auxiliam a compreender o andamento de sua empresa
  • Anúncio de seus imóveis integrado a grandes plataformas que auxiliam na prospecção e captação de novos clientes
  • Sistema de manuseio prático sem necessidade de treinamento
  • Suporte 24/7
  • Preço justo, sem taxas abusivas
  • Moderno, tecnológico e 100% digital

Para saber mais: Direitos e deveres

Existem regras que devem ser cumpridas e direitos a serem respeitados em contratos de locação. Eles valem tanto para o locador quanto para o locatário. Sendo assim, atente-se a elas para não ser prejudicado.

Direitos do Inquilino 

Já ouviu falar da  Lei do Inquilinato (Lei 8245)? É ela quem protege os direitos do locatário. Abaixo destacamos alguns dos direitos que ela resguarda.

  •  A propriedade deve ser entregue em boas condições de uso e é indicado fazer uma vistoria antes do início do contrato.
  •  Assegurar que as despesas previstas no acordo sejam pagas.
  • Acesso aos recibos de pagamento do aluguel mês a mês.
  • O inquilino não deve ser cobrado pelo estado do imóvel antes de iniciar o contrato. É responsabilidade do locador.
  • Em caso de venda no imóvel, o locatário tem preferência.
  • É direito do inquilino deixar o contrato antes do fim da vigência mediante pagamento da  multa pré-estabelecida. 

Direitos do proprietário

Não é apenas o inquilino que tem seus direitos resguardados, o locador também tem os seus garantidos pela legislação:

  • Receber o valor do aluguel como previsto no negócio.
  • Deve ser notificado de qualquer prejuízo ao imóvel e exigir o devido reparo.
  • No fim do contrato, deve receber a propriedade da mesma forma que no início do contrato.

Dicas de como melhorar o gerenciamento dos seus imóveis

Como diversas áreas, o ramo imobiliário está sempre em evolução, buscando melhorar cada vez mais a relação entre proprietário e inquilino. No entanto, algumas coisas são padrão e pensando nisso, deixamos abaixo algumas dicas que podem ajudá-lo a lidar com essas situações cotidianas:

  • Cobrança de aluguel: Mesmo com sistemas completos como o da Accordous, é necessário que o proprietário esteja munido de ferramentas legais que o ajudem a cobrar aluguéis em casos de inadimplência.
    Por isso, mesmo contando com envio de notificações de avisos e cobranças automáticas por um sistema como o da Accordous, é necessário que seus contratos sejam completos e que sejam claros acerca das obrigações e deveres de ambas as partes.
  • Legalização de contratos: É imprescindível que tudo que foi decidido entre as partes esteja descrito no contrato para que seja legítima a contratação.
  • Documentação: Guarde todos os documentos de locação para eventuais necessidades futuras.
  • Atualização: Se mantenha atualizado sobre as mudanças das taxas e  da legislação do mercado imobiliário. Essas coisas estão em constante mudança.
  • Equipe: Atrelado ao que foi dito no primeiro item, ter um(a) advogado(a) que esteja por dentro de tudo o que se passa com seus contratos é importantíssimo para casos mais graves.
    Além disso, em nosso sistema é possível criar perfis para usuários específicos (como contador, advogado, etc), que terão acesso limitado às informações de sua empresa e que poderão acompanhar os relatórios contábeis de perto sem a necessidade de repasses de informações.
  • Diálogo: Mantenha um caminho aberto de diálogo com seus clientes para que situações simples não precisem de muita burocracia para serem resolvidas e isso facilitará o fechamento do negócio.
  • Divulgação: Proponha um plano de marketing para manter seus imóveis sempre bem posicionada nas seletivas dos clientes.

Conclusão

Nesse artigo mostramos a importância de manter uma boa administração de seus contratos imobiliários e passeamos pelos itens mais importantes desse gerenciamento. Sendo assim, a chave para o seu sucesso é o planejamento e a organização de metas.

Deixe uma boa impressão nos seus futuros clientes e passe confiança. Esteja atento às necessidades do seu público e mostre empenho no seu trabalho. Desse jeito, não há motivos para você não alavancar no ramo imobiliário.

Há muitas outras funcionalidades não citadas neste artigo, mas esperamos ter esclarecidos as vantagens de utilizar uma plataforma digital na administração de seus imóveis, e mostrado como ela é uma alternativa muito melhor do que as imobiliárias, visto o preço mais justo e a autonomia que conferem ao proprietário ao servir como um sistema de ferramentas e funcionalidades que tornam a gestão de contratos fácil, eficiente e produtiva!

Se esse artigo foi útil para você, acesse também nosso artigo “Entenda o que pode ou não ser requerido em um Contrato de Aluguel” e “Documentação necessária para compra, locação ou venda de propriedades” e fique por dentro de tudo sobre o ramo imobiliário.

Caso desejar conhecer mais sobre a Accordous, clique aqui e fale com um de nossos consultores agora mesmo!

Nos siga em nossas redes sociais:
Facebook
Instagram
Twitter

LEIA MAIS: Documentação necessária para compra, locação ou venda de propriedades

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *